Seguidoures

quarta-feira, 16 de março de 2011

A Rainha da Pururuca

Voce toda dama na cidade o povo dessa cidade sou eu, o povo dessa cidade é meu , espalhando sorrisos e colorindo o ambiente com sua beleuza loira em cristo #cleycianne ....

...pede pro seu motorista do ônibus te deixar ali num lugar perigoso, uma rua do Afeganistão Largo da Batata em Pinheiros e você que, lady, dama, molher de verdade, distoa daquele ambiente todo e vai linda andando na rua afim de pegar o metrô. MAS no trajeto, você, dama, mulher de classe, digna, superiora, resolvida, bem sucedida, presidenta #dilma phyna, avista em uma daquelas barracas um salgado típico daquele lugar.... como é mesmo o nome? Er... er.. Pururuca!

Sim miazamiga, você, européia, loura, phynna, avistou a pororoca pururuca, olhou pros lados pra ver se não avistava nenhum paparazzi alguém do seu bairro ou alguma amiga fina que mora ali perto que ia te questionar o que você estava fazendo com sua dignidade exposta e vai e compra o precioso salgado e vem na medida do glamour pela rua comendo o dito cujo...

Mas, talvez afetada pelo espírito de Creide, por estar com aquela preciosa iguaria proletária na mão, tropeça, cai e justo no principal cruzamento e supermovimentado do lugar e espalha pururuca pra todo lado...

Minhas amigas, convenhamos que espalhar sua pururuca por aí é uma coisa das mais vexaminosas...

Você, com o rosto mais vermelho que mão de trabalhador levando a bolsa no ônibus, pega o resto da sua dignidade, abaixa-se pra pegar a embalagem – afinal abandonar o B.O seria ainda mais vexaminoso – sob o olhar dos transeuntes... enquanto realiza tal ato pensando consigo que todos, TODOS eles, poderiam entrar em auto-combustão naquele mesmo momento, mas contém seu ímpeto de raiva – afinal seu dermatologista, disse que estress da rugas néam? – e recolhe o objeto antes que algum infame tenha a inútil idéia de te ajudar (já que você é linda e os homens tem o hábito de ajudar mulheres bonitas em apuros) mas acabe chamando mais os holofotes da mídia para aquele acidente.

E após jogar ele no lixo, olha bem para aquela embalagem e pensa consigo mesmo: Pururuca, nunca MAS!


- Já to BOUA garaleum, medeeexaaa!


Até porque carregada, só se for por um deles.

12 comentários:

  1. hahahaahhahahahaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    eu AMO os teus relatos, guri

    ResponderExcluir
  2. Mas vc pensa que a dita não iria mais comer a pururuca? Engano seu. No outro dia, tava ela linda com o saco na mão. Sentada, claro, mas com ele na mão.

    ResponderExcluir
  3. concordo com o Wans: uma vez com a mão na pururuca, sempre com a mão lá!

    ResponderExcluir
  4. Vou fundar a APA - Associação dos Pururuqueiros Anônimos.

    ResponderExcluir
  5. Tadinha da Ana, seu maligno!!!!!
    Maligno e sumido, diga-se de passagem!!!!
    Bjzz!

    ResponderExcluir
  6. rsrsrs... Cara, o que é uma pururuca? (medo da resposta). Isto não tem numa metrópole praiana como Rio, tá bom...

    bj

    ResponderExcluir
  7. Eu faço a mesma pergunta do Rafa hauahauahua

    Tu e eu, passando vergonha sempre! hahaha

    Beijo SAM!

    ResponderExcluir
  8. Fonte: Michaelis

    pururuca
    pu.ru.ru.ca
    s m+f 1 Variedade de coco tenro. 2 Árvore de boa madeira para construções. 3 Espécie de cascalho; piruruca. 4 Reg (Minas Gerais) Canjica. 5 gír Indivíduo arreliento, irritadiço. adj m+f 1 Duro, quebradiço. 2 Diz-se do coco já um pouco duro. 3 Cul Diz-se do couro de porco, quando frito e bem seco.

    P.S.: Me refiro a ultima pururuca.

    ResponderExcluir
  9. hauahauahauhaua
    ela ficou mto com kra de bebada né?

    ResponderExcluir
  10. Muito, tá tão Lindsay Lohan essa foto! auahauahuahu

    ResponderExcluir
  11. Tá bom. Mas tem que visitar todo dia, né? Hahahaha! Bjz, gatón!

    ResponderExcluir
  12. Eu quero ser a rainha da tapioca..tem vaga?

    ResponderExcluir