Seguidoures

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Cagada. Literalmente. Literalmente mesmo!

Para quem não sabe passei um tormento nessas duas semanas: tive um problema intestinal, que ainda não descobriram se era verminose ou intoxicação alimentar.
Resultado: passei dias que ora fazia a anoréxica vomitava, ora só cagava.
Horrível. Tinha tardes de perder nos dedos as vezes que ía ao banheiro.
Por contas das vontades subitas de fazer el numero DOS, durante a semana passada o meu maior programa foi conhecer banheiros.
Dos mais luxuosos aos mais catimbentos possíveis: de escritórios, terminais, estações, lojas, shoppings, hotéis, supermercados e uma infinidade de lugares.
Precisei interromper diálogos e reuniões no meio para ir ao meu reinoso destino: o banheiro.
Hoje, só de passar o papel na bunda conheço a marca. E mais, conheço também a maior variedade possível de linhas de banheiro e cerâmicas, to quase pensando em fazer arquitetura ou design de interiores.
Logo, com todo esse "trabalho" eu perdi preciosos 5 kilos.
No início da semana, após uma recaída no sábado, quando cheguei ao escritório todos estranharam.
Fui obrigado a remarcar compromissos e boys. Aliás, no caso dos boys acho que nem rola mais né? Tô pagando IPTU por olheira.
Resultado: tô num trabalho danado pra recuperar isso, comendo como um doido, voltei a natação e tô vendo o que dá pra fazer ainda.
Literalmente, cagado!

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Segunda-Feira

Acordei do meu sono de princesa e levantei da minha cama com colchão de plumas de ganso malaio: lavei o rosto com um tônico revigorante extraído de uma fonte secreta no Alto Ganges e tomei meu café.
Comi uma coisinha leve, coloquei meu Dior, meu tailleur YSL e com a Balenciaga em punho fui, como uma môlher decidida trabalhar, afinal a força de uma môlher com fibra como EO é indispensável pro país crescer.
Cheguei no saguão, acessei o elevador, nesse meio tempo, saquei um espelho pra retocar o batom e verificar a make-up.
Dei aquele bom dia prazcoléga, e segui em direção a minha mesa.
Naquela hora eu fiquei perplexa, chocada, passada, afligida e abalada psicológicamente:


Minha mesa está parecendo o Afeganistão: só destroços.

Estou aqui tentando sair desse apuro.
Meu desejo? Botar a balenciaga em punho, e com meu isqueiro MontBlanc cravejado de rubis, atear fogo e deixar que tudo vire CINZAS.
Beijas.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

A bolinha de papel: Fui eu

Fui ao Rio de Janeiro ontem, pronta pra mais uma aparição na mídia: coloquei um vestido longo, um salto, um chapéu vermelho, uma Balenciaga vermelha e me infiltrei nos militantes do PT. Imaginei que catástrofe eu podia fazer, nada me vinha a mente.
Já tinha coberto Guarulhos de granizo, parado todo o sistema de Metrô com uma peruca, parei os trens da CPTM, acordei certo dia completamente louca e destampei um vulcão em plena atividade na Europa, parando por semanas o tráfego aéreo, tentei botar fogo no metrô ano passado e pra encerrar teve aquele dia que entrei com uma tesoura cortando TODOS os fios da sala de comando de Itaipú, promovendo o caos e deixando o Brasil, o Paraguai e a Madonna as escuras... ai pensei, na política eu não fiz nada ainda!
Olhava pros lados e não sabia o que podia usar, mas aí, naquele tumulto, vários cafuços abusando de mim no meio da militância, abri minha bolsa fina e achei notas de compras de KY feitas na Drogaria São Paulo, não pensei duas vezes: juntei todas, fiz uma grande bolinha de papel e tasquei no Serra.
Foi isso.
Ela, que é minha amiga depois que ficou famosa, pode esclarecer tudo.
Prazamiga que quiserem praticar é só clicar aqui.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Caguei no Maiô.


Voce eu passou mal com intoxicação alimentar o final de semana todinho, botou todos os bofes (antes fossem eles) pra fora, cagou outros tantos. Passou o final de semana se rertorcendo de dor igual a uma lagartixa com cãimbra, mas como é uma môlher de atitude usou sua make up reboco cobertura maxi quartzolit aquele corretivo tinta suvinil externa PVC alta resistência pra cobrir o estrago e deu aquele banho na roupa e foi trabalhar, mas o B.O foi tão grande que a sua cara de "oh! um trator de atropelou e freou na minha cara!" ainda não saiu de você.
Assim adentra a empresa a espreita e se afunda na cadeira obstinada a não sair dali nem pro banheiro pra que sua presença seja ignorada naquele ambiente.
Mas o que acontece?
O cara mais gostoso da matriz vem e senta do seu lado pra passar O DIA TODO conversando contigo, e você ali: toda Marilia Gabriela sem maquiagem.
Eu mereço?

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Paris Is Burning

Minha sincera homenagem a minha grande ameeeega: meretriz, destruidora dos valores morais e bons-costumes, promovedora do caos e da orgia pública, magistradora da libertinagem, mestra mór da libidinosidade e promiscuidade pública coletiva. Descendente de Cleópatra como eu, minha querida Honey G. chegou a poucas horas a Paris e esta cidade jamais será a mesma.
Já imaginei nós duas numa grande sacada na Champs Du Mars, com vista para a Torre Eiffel (pronuncio isso delicadamente e no legitimo francês), bebendo vinho, olhando aquela paisagem bucólica as margens do Sena, sendo servidas por dois garçons gostosos de sunga, nos nossos casacos de couro de dromedário albino, onde ela olha bem na minha cara e diz:

- Paris is burning, my darling!

E quando alguém perguntar como fomos parar lá ela vira e diz:


segunda-feira, 11 de outubro de 2010

SAM News: Futilidade e Umidificação.

Até porque entre um Le Monde, Le Figaro, Folha, Carta Capital, Manhunt eu também POÇO ver um site de putaria uma futilidade néam?
Alguém reparou na tatuagem ai?
#cof

Aliás, quando vi essas fotos e olhei pros meus braços e pra minha barriga pensei loucoemcristo #cleycianne : Sai encosto da flacidez!
Ou seja vou começar meu PAC: Programa de Aceleração do MEU Crescimento...
#aff

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

O Brasil virou Irã


Desde a primeira palavra peço perdão aos leitores do blog. Eu evito falar de política aqui, mas uma questão que envolve a todos nós foi colocada no plano nacional e precisa ser debatida. Espero ser a única vez a citar um tema assim aqui.
Durante um ato com o pastor homofóbico Silas Malafaia, o vice de Serra, Indio da Costa, conhecido pela temperalidade excêntrica, declarou que sua chapa votará contra a PL 122, que criminaliza a homofobia, diante do discurso inflamado do citado pastor a seus fiéis.
Movimentos LGBT já manifestaram repúdio as declarações.
Articuladores da campanha disseram esta manhã, devido ao estrago, que se tratava de uma interpretação, mas a Folha e o Estado a semanas noticiam conversas entre Malafaia e Serra sobre a questão.
Sob, meu ponto de vista, isto é uma afronta a democracia e um reflexo do debate político onde o aborto virou tema central de campanha após ter ampla cobertura da mídia e Serra preparará durante o dia da padroeira, em Aparecida, um evento tucano para ressaltar a questão do aborto.
Essa exploração enfraquece a democracia e o debate político, onde o invés de tratarmos temas importantes como economia, emprego, infra-estrutura, meio-ambiente, saúde, educação, estamos vendo partidos e grupos se apoderarem de discursos religiosos transformando nossa eleição numa eleição iraniana.
Daqui a pouco, vão discutir o direito feminino ao voto. Merecemos isso?


Como a gente não deita pra niúma adversidade, segue uma "pérola".

SAM e Visão de férias nas Ilhas Gregas ontem ao te-te-te-telephone, sobre como o mundo moderno força a gente a buscar a academia:

- Os indios tinham uns corpos que meldeos né?
- Antigamente a gente tinha que lavar a roupa no braço, hoje é na máquina. Mais uma gordurinha aqui.
- Tinhamos que levantar pra trocar o canal da TV, hoje é controle remoto. Mais uma.

- Computador nem se fala, daqui a pouco até o sexo vai ser virtual.
- Sexo virtual?

- É.

(Silêncio dos dois lados da linha)

- Deus me livre, se um dia o sexo virar virtual, eu serei um CONSERVADOR.

Risadas

...a very very bad bad girl...

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

SAM fazendo Escola: Envenenando Pessoas.

SAM e amiga psicopata colega de escritorio no msn:


SAM: vc viu hj que meu style é mais serio né?
Amyga de trabalho: vi....é que você passou tão rapidamente por mim que não tive oportunidade de falar totalmente sérioo
SAM: pois é segundona né?
é bom, com um visual sério ninguem vai desconfiar que há uma bomba na minha bolsa
Amyga de trabalho: noooosaaaa
SAM: e que eu irei provocar um atentado na agencia bancaria agora na hora do almoço #cof
Amyga de trabalho: nooossaaaaaaaa quanta raiva nesse coraçãozinho
SAM: farei meus pagamentos.
Amyga de trabalho vc não consegue fazer p pagamento via internet?
SAM: e 'esquecerei' ela de proposito é que eu vou no cartorio o atentado eu pratico no caminho
pra nao levantar suspeitas
Amyga de trabalho: desculpa aqui na empresa por favor....
SAM: só me dizer aonde...mas aqui a tecnica será diferente
Amyga de trabalho preciso tanto de um aliado para destruição TOTAL aqui no escritório, claro
SAM: então temos duas tecnicas sem deixar rastro de destruição
1. envenenarmos os cafés com chumbinho e entregar as pessoas direcionadas
ou
2. jogar 'antrax' no local de trabalho das referidas
ou
3. se for um setor inteiro
deixar uma embalagem com gas 'sarin'
e mata-los por sufocamento só escolher
Amyga de trabalho creio que a opção número 1 seja a mais adequada
SAM: mais pratica tambem né?
Amyga de trabalho: e podemos adaptar de acordo com a preferencia dos ESCOLHIDOS
SAM:: auuauuhaahuahu
Amyga de trabalho colocar no chá...na água...com um copo escuro
comidas que possivelmente forem solicitadas para serem entregues no escritório
SAM: nada é só 'quebrar" as bolinhas na comida
aí ó, essa eu não tinha pensado
Amyga de trabalho adoro pessoas que conhecem bem sobre o negócio
SAM:: se bem que na comida é algo tão leila lopes: http://diversao.terra.com.br/gente/noticias/0,,OI4136207-EI13419,00-Atriz+Leila+Lopes+e+encontrada+morta+em+Sao+Paulo.html
http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u661981.shtml
Amyga de trabalho e ainda podemos enfatizar.... "nâo acredito que ela/ele foi capaz de suicidar" / tão novo/nova
tinha tanta coisa para viver ainda.... drama é importante nesses momentos
além da emoção, é claro ^^
SAM: EXATO aproveito a tragédia e exerço as aulas de atuação ^^
Amyga de trabalho isso mesmo, bota pra quebrar
SAM:: já imagino a MINHA cara de indignação

Amyga de trabalho eu vou utilizar o meu lado atriz.. ah ah
SAM: na hora da tragédia...
Amyga de trabalho: mesmo sem ter estudado o importante é tentar e não ficar sobre "SUSPEITA"
SAM: vira pra cá que lhe mostro o esboço da atuação
Amyga de trabalho: cadê?

Nessa hora eu viro e faço a cara da tragédia no meio do escritorio, da minha cadeira. Ela cai na risada.

SAM:: EU NUM AGUENTO uauhauauauh
Amyga de trabalho: senti um ar de satisfação pelo ocorrido hahahahah
SAM: que é o meu sentimento verdadeiro né?
Amyga de trabalho pois é
SAM: mas pra manter a ética a gente se consterna com os demais...
Amyga de trabalho: no momento vc terá que deixar a emoção aflorar com os demais
SAM: sugerir hipóteses... exato
Amyga de trabalho: eu posso dizer....
SAM: e depois começa a criar situações que possam ter levado ao suposto suicídio, aquela coisa toda
Amyga de trabalho: "poxa vida...deveria ter me atentado...semana passada ele estava com um papo estranho deveria ter percebido que eram indíces de depressão" ...KKK " a sociedade precisa ficar atenta a isso esta cada vez mais comum"
SAM: nossa, nem eu havia pensado nisso
Amyga de trabalho: ^^
SAM: me sinto emocionado com sua astucia poxa!
Amyga de trabalho: eu posso ser pior tenho medo de mim mesma
Amyga de trabalho vc viu uma parte desse meu eu na semana passada até vc falou "Nossa...hoje vc está..."... to aprendendo com você.
SAM pois é to fazendo escola viu...