Seguidoures

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Temperalidade

Ok, esse post é uma exceção que deveria estar somente no outro blog, mas resolvi dividir com vocês também. No próximo voltaremos a pogramação normal. Porque de programa a gente entende...ui!


Hoje eu vou externar aquilo que muitos de vocês também sentem frente a um comportamento corriqueiro, especialmente no mundo gay:

A temperalidade.

Vou exemplificar com um acontecimento que ocorreu comigo - que compartilhei em parte com vocês - e com um amigo meu.
Conheci um cara há mais de um mês, amigo de um amigo meu. Estavamos saindo, nos conhecendo..rolavam mensagens apaixonadas...

" Escutei Laura Pausini, lembrei de você..estou com saudades..."
"Meu dia tava tão ruim, mas agora com sua ligação, tudo tem mais sentido agora...beijo!"

Ou seja, havia sentimento mutuo, e tudo estava indo "teoricamente" bem até o "dia da viagem" - um dia antes do encontro de blogayros, dali em diante as comunicações foram com mensagens e ligações a contra gosto.

Agora antes de qualquer reflexão, segue o exemplo do meu amigo:

Ele conheceu um certo rapaz há exatos 15 dias. Cabelos negros. Pele levemente bronzeada. Sarado. Enfim, aquele estereótipo que os gays adoram.
Durante uma semana e meia rolaram encontros, saídas, teatro e nesse tempo ocorreram mensagens no celular, ligações em várias horas do dia e brincadeiras declaratórias - por parte dele.

Numa feira:
- Poxa, não vai dar desconto não? É presente do namorado ó!

Apresentando e comentando com amigos:
- Então você acha, o ex ficar ligando no celular do meu namorado?

Uma amiga dele:
- Fulando, ele me deu um presente de aniversário onde estava no bilhete: - "Com muito carinho de X e Y"

Agora, depois disso tudo o cara virou - sem que houvesse nenhum motivo aparente ou conjuntura que levasse a isso - e mandou uma mensagem a ele do nada dizendo:
" Preciso conversar contigo depois, não quero mais ficar com ninguém...."

Como assim minha gente?
Foi ele que adicionou o meu amigo no orkut, foi ele quem chamou pra sair, ele que iniciou tudo e faz isso...

Eu me preocupo tanto em não magoar as pessoas e elas simplesmente tratam o sentimento dos outros como lixo? Lógico que as pessoas tem o direito de fazer isso, mas elas estão cagando para o outro.

Custava o meu ex ter enviado uma mensagem chamando pra conversar e dar o ponto final?
Custava o cara que meu amigo conheceu explicar a situação e dizer o não definitivo?
Sabe porque pergunto isso? Porque nos 2 casos nenhum dos caras disse com todas as letras:

- Não curto mais de você e não faz mais sentido estarmos juntos.

Ou seja, deixaram "no ar" uma certa aura de esperança, para num futuro próximo quem sabe voltar. Ambos não foram enfáticos em nada que disseram. É como se voce tirasse o marinado da geladeira e voltasse ao freezer, pra comer uma outra hora mais tarde.
Por favor né gente?

Por isso que eu sou a favor do "não". Em muitas vezes ele é bem melhor que o "sim".
Fica todo mundo ciente do que está passando e vai refazer seu caminho numa outra oportunidade.

9 comentários:

  1. gente, adorei o post me senti no sexy and the city num daqueles episódios carregados...

    bom, a gente vive na era do hedonismo e da individualidade... pessoas como eu e você eram a última bolacha maizena do pavê cinquenta anos atrás... hj, nós que nos preocupamos com os outros, somos coisa do passado...

    migrei para o blogspot de vez querido, vamos ver se dessa vez eu consigo postar com mais frequencia...
    mnovotny.blogspot.com

    e o cara que vc conheceu, por acaso, não tem quarenta anos, tem?
    huahauhauhauhaua eu e minhas neuroses, depois te explico...

    ResponderExcluir
  2. concordo com você mas as pessoas tem medo de dizer não achando que vão magoar as outras e ai mentem o que acabam magoando BEM MAIS
    eu tinha um amigo que não dizia não nunca mas mentia ou fugia tanto que hj em dia nem meu amigo é mais
    aliás
    é um nada

    ResponderExcluir
  3. quer uma explicação simples e barata?


    ninguém quer ser o bad guy!
    eles ficam enrolando pra ver se vc desiste, se vc se afasta, e a maioria das pessoas cai no truque...

    ninguém liga e diz:
    - fale na minha kra q vc naum qr mais ficar comigo!

    as pessoas só se afastam... deixam esfriar pq acham q estão sendo superiores assim.
    precisamos é reviver o barraco!

    Barraco Rules!!!

    ResponderExcluir
  4. assinado embaixo. Eu odeio o VACUO e odiava quando me deixavam nessa situacao... so que eu sou de escopriao... eu simplesmente ligava e falava tudo... nao sou barraqueiro, mas eu falava pra sair por cima.

    ResponderExcluir
  5. realmente essa hist´roia de terminar com eufemismo ou meias mensagens não rola.. tem q ser direto, falar que não quer mais e pronto.. para não criar expectativas vãs

    ResponderExcluir
  6. kabo no vacuo...
    bola pra frente
    ergue a cabeça e siga sua vida...
    não tem que ficar stressado por causa disso..

    ResponderExcluir
  7. É amigo, infelizmente as pessoas vivem um teatro, usam as outros como ignorando todos e qualquer tipo de sentimento humano.

    Banana para ele, e viva a sua vida.

    ResponderExcluir
  8. Hum... uma merda esta situação, falta hombridade, dignidade. Força aí querido e continua acreditando que ser homem de verdade é sempre melhor!
    P.S. Fiquei curioso: Qual o outro blog?

    ResponderExcluir
  9. seu ex é meio escroto vum, já disse isso no coment do post anterior, que coisa! ah, e adorei seu blog ^^ vou segui-lo, bjinhus

    ResponderExcluir